Blog

Nokia: é possível cair mais depois de chegar ao fundo do poço?

Antes do lançamento do iPhone, em 2007, a Nokia reinava absoluta como o maior fabricante de aparelhos celulares do mundo. Mas a inovação da Apple rompeu e abalou os alicerces da Nokia. Com o lançamento do sistema Android e dos aparelhos Galaxy da Samsung, as vendas da Nokia só despencaram, e o outrora grande lider de vendas hoje ocupa algo entre o 4º e o 7º lugar em vendas de celular. Toda esta mudança em apenas 5 anos.

A reta descendente da Nokia faz lembrar o filme Titanic: em uma das cenas após o choque com o iceberg, no meio ao desespero da tripulação e dos viajantes, o capitão aparece no convés e observa tudo perturbado, passivo, confuso, sem saber para onde ir ou o que fazer. Há alguns anos, esta era a impressão que eu tinha da Nokia. Acredito que não sou o único a pensar assim. Após a demissão do CEO Kallasvuo, foi sugerida a demissão do CEO Stephen Elop e até do conselho adminstrativo, e a Nokia tem ocupado espaço na mídia para as más notícias.

Para nós em Manaus, que contamos com uma fábrica da Nokia e um centro de desenvolvimento, além de uma escola mantida pela empresa, a perda de mercado, e consequentemente, de empregos, é um problema sério. Mas eu imagino uma luz no fim do túnel para a Nokia: com o lançamento do Windows 8, os aparelhos Nokia com sistema Windows Phone ganham um apelo maior. A partir de 2008, as vendas de iPhone catapultaram as vendas dos desktops da Apple, os iMac's, e o sistema Mac OS X aumentou seu market share. Um efeito inverso poderia acontecer agora, se o Windows 8 se popularizar, fazendo com que aparelhos que usam Windows Phone ganhem mercado.

Eu mesmo fiquei curioso sobre o Windows 8, após ler este post do nosso social media man, Maurício Sousa. E passei a pesquisar aparelhos com Windows Phone. 

Na busca por aparelhos com o novo sistema da Microsoft, encontrei os aparelhos Lumia série 900, da Nokia e fiquei feliz. Pensei: "agora com a força do Windows 8, as vendas da Nokia deverão crescer e todos os empregos gerados em Manaus estarão a salvo". A felicidade durou pouco, ao descobrir que a loja da Nokia não possui aparelhos Lumia para venda: aparece apenas uma foto com o botão "Produto esgotado". 

Então eu pergunto: como um perdedor inegável que está apanhando e já está quase nocauteado pode se dar ao luxo de não ter seu melhor aparelho à venda? Será que, além de não ter mais visão estratégica e não ter inovação, agora a Nokia também perdeu a logística?

O que você acha? A Nokia ainda tem salvação? Comente...

ver todos os depoimentos

Positive SSL